24
jan

2019

Plano de Saúde: um ano e meio de implantação na Rio Deserto e adesão de mais de 700 pessoas

TAGS:

Foto_1

Exatamente 721 pessoas, entre colaboradores e dependentes de colaboradores da Rio Deserto, já aderiram ao Plano de Saúde Unimed, oferecido pela empresa. Apenas do quadro funcional, são 379 favorecidos. O benefício foi implantado na Rio Deserto em julho de 2017, após ser mencionado em uma pesquisa de clima realizada internamente, como um dos mais esperados pelos colaboradores.

No período de implantação, o número de adeptos (entre titulares e dependentes) chegou a 600. Hoje, um ano e meio depois, são mais de 700 pessoas beneficiadas. Entre os principais atrativos da contratação do Plano de Saúde via empresa está o valor mais acessível. Além disso, a Rio Deserto também auxilia no pagamento das mensalidades dos colaboradores, com apoio que pode variar de 30 a 70% do valor, conforme a faixa salarial.

A coordenadora de Recursos Humanos da Rio Deserto, Jaci Baggio Vieira, ressalta a importância da implantação do Plano de Saúde na empresa. “É uma conquista! Algo que proporciona mais segurança e tranquilidade na promoção da saúde do colaborador e dos seus familiares”, sublinha.

Quem já utilizou o Plano de Saúde, relata benefícios

Quem já precisou de atendimento médico, relata os benefícios de contar com o Plano de Saúde. É o caso do assistente administrativo da Unidade de Extração Mina 101 (Içara/SC), Marcel Matias Anastácio. Ele teve um problema de saúde grave em 2017. “Tive quase ausência total de vitamina B12. Fiquei três dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e mais três dias no quarto. Não fosse pelo rápido atendimento, corria sérios riscos de morte”, explicou.

Outra colaboradora da Rio Deserto, Joreci Alves da Cruz, que atua como servente na Unidade Produtiva II (Urussanga/SC), também precisou de atendimento. Em agosto do ano passado, ela se submeteu a uma cirurgia de varizes em um hospital da região. Na sequência, teve problema de trombose e precisou de atendimento rápido, via plano de saúde. “Se não tivesse o plano de saúde, não saberíamos nem o que fazer”, sublinhou.

O mecânico de manutenção, Evandro Luiz dos Santos, que atua na Unidade de Extração Mina Cruz de Malta (Treviso/SC), afirma que o Plano de Saúde veio em boa hora. “Minha esposa estava grávida de oito meses, aderimos ao plano e tivemos a imensa felicidade de ver nossa filha Alice nascer em um bom hospital, com todos os cuidados necessários”, afirma. Segundo ele, a esposa também sofre com asma e precisa de acompanhamento, o que ficou bem mais fácil com o Plano de Saúde. “Só temos a agradecer!”, disse.

TAGS:

fb-like
fb-share