19
ago

2019

Com intuito de conhecer peculiaridades da mineração, Polícia Ambiental visita unidade da Rio Deserto

TAGS:

WhatsApp Image 2019-08-14 at 13.59.47

Conhecer as peculiaridades da mineração, o processo de extração e beneficiamento, os controles ambientais e todo o contexto que envolve o setor carbonífero foi o objetivo da visita de comandantes, tenentes e capitães do 1º Batalhão da Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina à Unidade de Extração Mina 101, da Rio Deserto, localizada em Içara(SC). A recepção aconteceu na manhã de quarta-feira, dia 14, e foi realizada em parceria com o Siecesc (Sindicato das Indústrias de Extração de Carvão Mineral do Estado de Santa Catarina).

A engenheira Rosimeri Venâncio Redivo destaca a importância da polícia ambiental de conhecer pessoalmente todos os processos de uma unidade de extração de carvão. “O setor de mineração está em constante evolução e hoje tem a tecnologia como grande aliada. A visita é uma oportunidade de mostrar o quanto a empresa está alinhada com a gestão ambiental e com a sustentabilidade”, disse.

Para o comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar Ambiental, tenente-coronel Ricardo Cordeiro Comelli, a visita a uma unidade de extração é fundamental para conhecer os diferenciais do setor carbonífero, que é tão forte no estado. “Santa Catarina conta com empresas em segmentos diversificados e singulares. Precisamos conhecer o máximo possível das particularidades de cada setor, para atuar com mais precisão”, explica.

O 1º Batalhão de Polícia Militar Ambiental abrange o litoral catarinense, atuando na extensão que compreende desde o município de Joinville até Maracajá. A visita à Unidade de Extração Mina 101 foi acompanhada pelo gerente da unidade, engenheiro de minas Fabio Vanzeloti da Rosa; pela superintendente de qualidade e meio ambiente, engenheira química/mineral Rosimeri Venâncio Redivo; a engenheira ambiental, Taíse Cancelier; a especialista em licenciamento, Karline Pereira Consoni; o engenheiro de segurança do trabalho, Rafael Bortolotto; a técnica em segurança do trabalho, Tairine da Silva Motta; o diretor executivo do Siecesc, Márcio José Cabral; e o diretor técnico do Siecesc, engenheiro de minas Marcio Zanuz.

TAGS:

fb-like
fb-share