03
out

2019

Importância da mão de obra técnica é pauta de encontro entre Rio Deserto e SATC

TAGS:

Foto_3

Alinhar a formação de profissionais às necessidades do mercado. Este foi o propósito da visita do coordenador do setor de estágios da SATC (Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina), Fabiano de Medeiros Ugioni, à Unidade de Extração Mina 101, da Rio Deserto, localizada em Içara (SC), em setembro.

O encontro contou com a participação do gerente da Unidade de Extração Mina 101 e engenheiro de minas, Fabio Vanzeloti da Rosa, do engenheiro de segurança, Rafael Bortolotto, do coordenador de beneficiamento e engenheiro mecânico, Geovane Rosso Felipe, e da analista de recursos humanos da Rio Deserto, Alice Constantino Joaquim. O objetivo de estreitar os relacionamentos com a instituição de ensino oportunizou conversar sobre o estágio de maneira geral, revelando as demandas a serem supridas na Rio Deserto.

O gerente da Unidade de Extração Mina 101 e engenheiro de minas, Fabio Vanzeloti da Rosa, explica que tanto a empresa quanto a instituição de ensino são beneficiadas com a aproximação. “A instituição de ensino passa a conhecer mais sobre as demandas e pode verificar se o conteúdo programático e a ementa dos cursos estão de acordo com o que o mercado necessita. A empresa, por sua vez, consegue mostrar as oportunidades que estão à disposição dos estudantes”, justifica.

Para o coordenador do setor de estágios da SATC, Fabiano de Medeiros Ugioni, o estreitamento de laços fortalece a instituição de ensino e a empresa. “A SATC é formadora de mão de obra, em diversos níveis. A empresa, por sua vez, dá oportunidade aos estudantes, abrindo portas para o mercado de trabalho. Este alinhamento só tende a gerar bons resultados”, disse.

TAGS:

fb-like
fb-share